Ebook – Um natal italiano “senza Glutine” – By Johnny Gourmet

Está chegando o natal, e com ele todos os pratos típicos, as guloseimas, a união familiar, os presentes.

Como passei boa parte desse ano na Itália estudando gastronomia, achei que seria uma forma interessante de compartilhar a cultura com os meus leitores se desenvolvesse um e-book com histórias e receitas natalinas italianas.

E esse e-book está ai, disponível gratuitamente para você.

Biscoitos de gengibre low carb
Snack de polenta com bacalhau cremoso
Paleta de cordeiro assada

 

Nesse e-book você vai encontrar um pouquinho de história de gastronomia, um pouquinho de cultura italiana e várias receitas para fazer uma ceia natalina completa, com pratos típicos dessa época na Itália, adaptados para o universo celíaco e também para o nosso clima tropical.

Para fazer o download gratuito, basta clicar na foto abaixo e cadastrar no site para receber o link para download. 


Espero que gostem do e-book, foi feito com muito carinho, com várias receitas diferenciadas para meus seguidores.

Fez as receitas do livro? tem alguma preferida? Deixe seu comentário e nos conte qual é a sua preferida. 


Já conhece o nosso e-book de receitas de pães sem glúten???

Receitas criadas por mim, com ingredientes e processos simples de serem reproduzidos na sua casa. Clique na imagem abaixo e saiba mais: 

 

Biscoito Savoiardi – A história e a receita sem glúten do biscoito base do tiramisú!!!

O biscoito Savoiardi, também conhecido no Brasil como biscoito champagne, é um biscoito leve e de forma alongada.

O biscoito tem origem italiana e é utilizado para fazer o verdadeiro tiramisu.

A história dessa receita, assim como de várias outras tem várias versões e várias lendas a respeito.

Como eu estou vivendo e estudando no Piemonte, na região noroeste da Itália, vou reproduzir aqui a história contada nessa região.

A Itália como conhecemos só tem sua unificação formada em torno de 150 anos atrás.

O movimento de unificação é conhecido como Ressurgimento e aconteceu entre os anos 1815 e 1870.

Antes disso a Itália era dividida em vários territórios e entre eles o ducado de Savoia, onde surgiu nossa receita de hoje.

Mapa dos reinos e ducados da Itália por volta do século 15.

Pela metade dos anos 1.300, o rei da França estava em visita ao Piemonte (ducado de Savoia) e o duque Amedeo VI di Savoia, para recebe-lo, organizou um verdadeiro banquete.

Ele queria que fosse feito um biscoito marcante, diferente de todos os que já tinham no Piemonte.

Assim então nasceu esse biscoito de estrutura leve e aerada, que a partir desse jantar,  foi difundido por toda a Europa.

O nome “Savoiardi”, como é conhecido na Itália, é uma homenagem ao duque.

Mas na língua inglesa ele é conhecido como ladyfinger biscuit, ou biscoito champagne no Brasil



Receita de biscoitos Savoiardi

A receita é bem simples e rápida de ser executada, não requer muita habilidade culinária, apenas certo controle com o saco de confeitar.

 Ingredientes:

  • 60g de farinha de arroz;
  • 60g de açúcar refinado;
  • 2 ovos grandes (minimo de 50g cada um);
  • 1 pitada de sal;
  • 1 colher de café de essência de baunilha (opcional);
  • Açúcar de confeiteiro (opcional) para polvilhar;


Modo de Preparo

  1. Bater as gemas com o açúcar e a essência de baunilha até obter uma consistência cremosa;
  2. Peneirar a farinha e misturar bem com a gema e o açúcar batidos;
  3. Montar as claras em neve com uma pitada de sal;
  4. Misturar as claras ao resto dos ingredientes, de forma cuidadosa para não perder a aeração;
  5. Levar tudo para um saco de confeitar, fazer uma abertura circular de uns 2cm de diâmetro;
  6. Em uma forma com papel manteiga, montar os biscoitos, de forma alongada, espaçando 2cm entre cada um;
  7. Levar ao forno pré-aquecido a 180 graus por aproximadamente 12 minutos (não deixar dourar demais);
  8. Pode-se polvilhar açúcar de confeiteiro ou servir assim mesmo;

 Rendimento: Aproximadamente 20 biscoitos savoiardi (depende do tamanho que forem moldados quando colocar na forma).

Gostou? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao

 


Faça sua receita, tire fotos e nos envie, teremos o prazer de postar em nossas redes sociais o resultado!


Já fez o download dos nossos e-books?

 São várias receitas sem glúten gratuitas para você!

Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.

Clique nas capas e faça o download.


Glúten na Itália – Uma visão sobre o mercado, a cultura e os restaurantes!!!

Você está na Itália, a terra da pizza, terra da massa, e é celíaco. O primeiro pensamento que deve vir a cabeça: Não vou encontrar alimentos livres de glúten aqui a não ser os industrializados.

Bom, essa pode até pode ser a realidade italiana no imaginário daqueles que não conhecem o país, pois a cultura da pasta, pizza faz qualquer um pensar que não vai achar produtos sem glúten lá.

Mas é justamente essa cultura alimentar, de sentar à mesa com a família, curtir momentos agradáveis com os amigos, que fez com que o país da bota se desenvolvesse numa velocidade muito maior que os demais países do globo.

Para os italianos não é admissível não poder ter esse prazer, de confraternizar a mesa.

Pensando nisso, eles se tornaram especialistas em cuidados com a contaminação cruzada e na produção artesanal de produtos sem glúten.

Estima-se que o mercado gluten free na Itália movimente cerca de 300 milhões de euros ao ano, frente os 4 bilhões de euros no mundo todo.

Ou seja, a Itália concentra quase 10% do mercado mundial.

A Schär, maior indústria de produtos gluten free italiana, representa uma fatia de 35 a 40% do mercado europeu.

Na Itália existe uma lei que assegura aos celíacos acesso a “medicamentos”, que é como eles consideram os produtos sem glúten básicos, que são comprados diretamente em farmácias, com o bônus que pode chegar até a 140 euros, dependendo da região.

Os produtos com patente registrada em 2001 eram 280, e em 2015 alcançaram a marca de 6.800 produtos.

_______________________________________

  • ____________________________________

Os restaurantes italianos e o glúten

No ramo da restauração, existe uma preocupação enorme acerca dos produtos ofertados para os clientes.

Praticamente todos os restaurantes tem em seu cardápio algum prato sem glúten para ofertar.

E sempre que se oferta um produto sem glúten em um restaurante italiano, com certeza existe uma preocupação com contaminação e manipulação do alimento.

Existem aplicativos de celular muito uteis.

O que mais gostei foi “Mangiare Senza Glutine”, que de forma bem intuitiva te indica lugares para se alimentar próximos ao seu ponto de localização.

Visitei alguns restaurantes na Itália, no Piemonte, Liguria, Emilia Romagna e Lombardia.

Em todos eles fui tratado muito bem, com uma preocupação enorme em proporcionar uma experiência agradável.

Em todos os lugares, os garçons são preparados para explicar sobre os pratos que contem e os que não contem glúten.

E também são muito atenciosos em explicar a respeito das chances de contaminação, quando perguntados sobre isso.

Então, se você está a caminho da Itália e tem alguma dúvida sobre o que vai encontrar para “mangiare”, pode ficar tranquila, que estará no melhor lugar do mundo para degustar pães, massas e pizzas sem glúten!!!


 


Gostou do post? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao


Já fez o download dos nossos e-books? São várias receitas gratuitas para você!

Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.


 

 

 

 

 

 


Já fez alguma das nossas receitas? Deixe aqui seu comentário, nos contando qual você prefere.

Nos envie a foto da sua receita, que postaremos nas nossas redes sociais, ou deixe aqui sua pergunta ou dúvida, que responderei o mais rápido possível.