Pão de trigo sarraceno – Sem glúten e sem leite!

Quando se ouve falar do trigo sarraceno, muitos pensam se tratar de um grão ou farinha com glúten.

Mas esse trigo, também conhecido como trigo mourisco, é um grão livre de glúten e que não tem nenhuma relação com o trigo ou as gramíneas dessa família.

O trigo sarraceno também é muito benéfico a saúde, adicionando valor nutricional aos produtos.

As fibras presentes nele, melhoram a digestão e protegem o intestino e por ter baixo índice glicêmico, auxilia no controle dos níveis de açúcar no sangue.

Contém compostos fenólicos e antioxidantes que podem ajudar a combater a formação de câncer e doenças cardíacas, além de dar suporte às funções do cérebro, fígado e à saúde digestiva.

É uma grande fonte de proteína de origem vegetal e contém doze aminoácidos, que atuam na produção de energia, no crescimento e na síntese muscular.

Tanto as sementes quanto a farinha de trigo sarraceno são uma grande fonte de vitaminas que aumentam a energia, além de conter minerais como manganês, magnésio, zinco, ferro e ácido fólico.

No preparo de pães e bolos sem glúten, pode ser combinado com farinha de arroz ou farinha integral, pois sozinho tem um sabor muito marcante.

Mas vamos ao que interessa, a nossa receita:

Pão de trigo sarraceno

 Ingredientes:

  • 150g de farinha de arroz;
  • 40g de polvilho doce;
  • 40g de amido de milho;
  • 100g de farinha de trigo sarraceno;
  • 3 ovos;
  • 1 colher de chá de sal de sal;
  • 2 colheres de sopa de psillium;
  • 40g de óleo de girassol;
  • 1 colher de chá de fermento biológico seco;
  • 300ml de água morna;

Receitas como essa você encontra no livro “Pães sem glúten – by Johnny Gourmet!” :Conhece o e-book de Receitas sem glúten by Johnny Gourmet???Receitas de pães sem glúten com mix mais naturais e simples de se fazer em casa… Acesse e saiba mais!!!


Modo de preparo:

  1. Misturar os ingredientes secos, exceto o sal;
  2. Bater por 1 minuto para misturar bem;
  3. Acrescentar os ovos e continuar batendo a velocidade baixa;
  4. Adicionar metade da água morna;
  5. Adicionar o óleo e misturar bem;
  6. Adicionar o restante da água com o sal dissolvido;
  7. Bater bem por mais 1 minuto;
  8. Deixar a batedeira desligada por 2 minutos para o psillium absorver a água e começar a agir;
  9. Voltar a bater em velocidade média por 10 minutos;
  10. A massa vai ficar com a consistência de uma pomada;
  11. Em uma forma untada com óleo e farinha de arroz, despejar a massa;
  12. Acrescentar 2 colheres de sopa de água sobre a massa para manter úmida e usar uma colher para dar acabamento;
  13. Deixa no forno com temperatura de uns 40 graus para crescer por aproximadamente 40 minutos;
  14. Assar em forno pré aquecido a 170 graus por 40 minutos;

 Rendimento: Um pão de 450 gramas.

Validade de 5 dias sem refrigeração. Validade de 90 dias congelado.


Gostou da receita do pão de trigo sarraceno? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao


Já fez o download dos nossos e-books? São várias receitas sem glúten gratuitas para você! Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.

 

 

 

 

 

 

 


Já fez alguma das nossas receitas? Deixe aqui seu comentário, nos contando qual você prefere. Nos envie a foto da sua receita, que postaremos nas nossas redes sociais, ou deixe aqui sua pergunta ou dúvida, que responderei o mais rápido possível. 

Baguete vegana – Um pouco de história e a receita sem glúten!!!

Clássico da culinária francesa, a baguete é o pão oficial da França desde 1793.

No dia 15 de novembro de 1793, foi oficializado um decreto todo francês teria acesso a um determinado tipo de pão. Nesse momento se instituía a famosa baguete.

Num primeiro momento a baguete se popularizou em Paris, mas não virou o pão oficial do restante da França.

Foi somente ao fim da segunda guerra mundial, em 1944 que a baguete se popularizou em todos os cantos do país.

Hoje estima-se que a baguete seja responsável por 80% dos pães consumidos na França.

Esse tipo de pão é um coringa na cozinha, serve para fazer grandes sanduiches para um evento especial, como também pode servir de base para a famosa bruschetta italiana, cortando a baguete em fatias diagonais, e tostando-a no forno com azeite de oliva e sal.

Com o tempo, consegui desenvolver uma baguete que fica com textura macia, casquinha crocante e muito saborosa.

 

Baguete Vegana

Ingredientes:

  • 180g de farinha de arroz;
  • 100g de fécula de batata;
  • 40g de polvilho doce;
  • 40g de polvilho azedo;
  • 20g de psyllium;
  • 10g de farinha de grão de bico;
  • 300ml de água;
  • 2 colheres de sopa de chia;
  • 8g de fermento biológico seco;
  • 1 colher de sopa de açucar;
  • 10g de sal;
  • 40g de azeite de oliva;

Receitas como essa, você também encontra no livro “Pães sem glúten – by Johnny Gourmet!” :Conhece o e-book de Receitas sem glúten by Johnny Gourmet???Receitas de pães sem glúten com mix mais naturais e simples de se fazer em casa… Acesse e saiba mais!!!


Modo de preparo:

1.Em um bowl, com 100ml da água morna, adicionar o fermento e o açucar, misturar bem e reservar por uns 15 minutos para formar uma esponja;

2. Em outro bowl, misturar 50ml de água com 2 colheres de sopa de chia, mexer bem e deixar descansar uns 30 minutos para mudar a textura da chia e formar uma espécie de gel;

3.No bowl da batedeira, misturar todos os secos, exceto o sal;

4. Adicionar a esponja formada com o fermento e o gel da chia e continuar batendo;

5. Adicionar o restante da água, em temperatura ambiente e misturar bem;

6. Por fim adicionar o azeite de oliva e o sal;

7. Bater todos os ingredientes por aproximadamente uns 10 minutos no total;

8. Ir adicionando um pouquinho de farinha de arroz, caso a massa fique muito pegajosa. ela deve estar macia, mas desgrudar da batedeira, não pode ficar grudenta;

9. Após bater, tirar da batedeira e sovar com a mão, para formar uma bolinha;

10. Cortar em 3 ou 4 partes e abrir com o rolo, cuidando pra não ultrapassar o comprimento da forma que vai usar;

11. Depois de aberto em formato de retângulo, enrolar a massa para fechar no formato da baguete, cuidando para não apertar demais;

12. Borrifar um pouquinho de água sobre a massa e deixar crescer em forno desligado, mas pré aquecido a 30/40 graus por aproximadamente 1h30min.

13. Tirar a baguete do forno e pré-aquecer a 180 graus;

14. Levar um recipiente com uns 100ml de água fervente ao fundo do forno pra formar vapor;

15. Colocar o pão pra assar no vapor e deixar assar entre 30 a 35 minutos.

Importante: O Vapor deve terminar no máximo no meio do processo para o pão terminar de assar a seco.

 Rendimento: 3 a 4 baguetes

Gostou da receita?

Gostou da receita? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao

Pão de hamburguer sem glúten e sem leite

O hamburguer é adorado por muitos, principalmente as crianças. 

Aproveitando que hoje, 28 de maio, é o Dia Mundial do Hamburguer, essa vai ser a receita de segunda feira.

Claro que antes vamos contar um pouquinho de história. Essa foi retirada do blog Fatos Desconhecidos

Antes mesmo de receber seu famoso nome, esse bifes diferenciados que usamos loucamente em sanduíches, já existiam mas, claro, que em uma versão mais rústica.

Dizem que os primeiro hambúrgueres foram originados devido ao costume nômade dos tártaros, no séculos 12 e 13, de carregar a carne crua embaixo das celas de seus cavalos.

Conforme os historiadores, quando esses bárbaros paravam para comer, a carne já havia virado uma pasta e, nem por isso, era desperdiçada.

Mas, a sensação da América só chegou aos Estado Unidos na segunda metade do século 19, levados por alemães, que embarcavam no porto de Hamburgo.

Daí a carne chegou ao “novo continente” com o nome de hamburg steak (ou bife de Hamburgo) e foi primeiramente consumida, em larga escala, pelos marinheiros americanos.

Depois disso, já no século 20, foram as classes trabalhadoras, de forma geral, que acolheram a novidade.

Além de baratos, esses alimentos eram saborosos, rápidos e práticos, da forma como o ritmo da explosão industrial do país pedia.

E foi a partir dos Estados Unidos que o hambúrguer conquistou o mundo.

Mas vamos ao que interessa, essa receita de pão para hamburguer não leva glúten e nem leite e é muito prática de fazer.
Ela faz parte das receitas do livro “Pães sem glúten – by Johnny Gourmet!” :

Conhece o e-book de Receitas sem glúten by Johnny Gourmet???Receitas de pães sem glúten com mix mais naturais e simples de se fazer em casa… Acesse e saiba mais!!!


Pão de hamburguer

Ingredientes:

  • 100g de farinha de arroz;
  • 50g de fécula de batata;
  • 30g de polvilho doce;
  • 20g de polvilho azedo;
  • 10g de goma xantana;
  • 5g de fermento biológico seco;
  • 10g de açúcar;
  • 10g de sal;
  • 30g de óleo;
  • 10g de vinagre de maçã;
  • 2 ovos;
  • 100g de água;
  • Farinha de arroz para sovar a massa;

Modo de preparo:

1.Misturar todos os secos, exceto o sal;

2.Na batedeira, velocidade baixa, adicionar metade da água;

3.Adicionar o óleo, os ovos e o vinagre;

4.Dissolver o sal no restante da água;

5.Aumentar a velocidade da batedeira e misturar bem por 4 a 5 minutos.

6.Retirar a massa da batedeira e sovar delicadamente em uma superfície enfarinhada;

7.Quando a massa estiver bem uniforme, formar uma bolinha e deixar crescer coberta por um plástico por pelo menos 1 hora e 30 minutos;

8.Após crescer, dividir em 8 partes;

9.Em uma bancada enfarinhada,fazer bolinhas uniformes, deixando as emendas da massa para baixo;

10.Distribuir em uma forma untada e enfarinhada e pincelar ovo batido em cima da massa;

11.Levar ao forno pré-aquecido a 170 graus por 20 minutos;

 Rendimento: 8 pãezinhos de 60 gramas

 

DICAS: 

Se quiser pãezinhos com uma casquinha dourada, pincelar um ovo batido antes de assar.

 

Gostou da receita?

Ela faz parte das receitas do livro “Pães sem glúten – by Johnny Gourmet!” :

Esse e-book foi escrito pra você!!! Receitas de pães sem glúten com mix mais naturais e simples de se fazer em casa…

Receita simples de pão sem glúten e sem leite!

Receita de pão sem glúten simples, postado em vídeo no Youtube.

A receita é bem simples, e não leva goma xantana na sua composição.

 Ingredientes:

  • 150g de farinha de arroz;
  • 50g de xícara de polvilho doce;
  • 50g de amido de milho;
  • 2 ovos;
  • 1 colher de chá de sal;
  • 1 colher de sopa de açúcar;
  • 20g de psillium;
  • 50ml de óleo de girassol;
  • 1 colher de sopa de vinagre;
  • 1 colher de sopa de fermento biológico seco;
  • 200ml de água;

_______________________________________Quer aprender a fazer pães sem glúten diferenciados, de forma mais artesanal e utilizando os equipamentos que todos tem em casa??? Esse e-book reúne as melhores receitas que criei sem glúten e muitas sem leite usando uma balança simples, batedeira e forno. 


Modo de preparo:

  1. Misturar os ingredientes secos, exceto o sal;
  2. Bater por 1 minuto para misturar bem;
  3. Acrescentar os ovos e continuar batendo a velocidade baixa;;
  4. Adicionar o óleo e o vinagre e misturar bem;
  5. Adicionar a água;
  6. Bater por 5 minutos;
  7. Adicionar o sal;
  8. Continuar batendo em velocidade média por mais 5 minutos;
  9. A massa vai ficar com a consistência de uma pomada;
  10. Em uma forma untada com óleo e farinha de arroz, despejar a massa;
  11. Acrescentar 2 colheres de sopa de água sobre a massa para manter úmida e usar uma colher para dar acabamento;
  12. Deixar crescer por aproximadamente 45 minutos;
  13. Assar em forno pré aquecido a 180 graus por 40 minutos;

 Rendimento: Um pão de 450 gramas.

Validade de 5 dias sem refrigeração. Validade de 90 dias congelado.


Gostou da receita do pão sem glúten? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao


Já fez o download dos nossos e-books? São várias receitas sem glúten gratuitas para você! Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.

 

 

 

 

 

 

 


Já fez alguma das nossas receitas? Deixe aqui seu comentário, nos contando qual você prefere. Nos envie a foto da sua receita, que postaremos nas nossas redes sociais, ou deixe aqui sua pergunta ou dúvida, que responderei o mais rápido possível. 

Pão de batata!! Sem glúten e sem leite!!

Esse pão de batata eu fiz utilizando o mix básico de substituição de farinhas que ensinei aqui no blog.

Como falei no post da Tabela de conversão de farinhas, sempre que pego uma receita de pão tradicional, começo com essa tabela para fazer as substituições.

Um exemplo é esse pão de batata do post de hoje, que eu substitui 2 xícaras de farinha de trigo por farinha de arroz, polvilho doce, polvilho azedo, psillium, farinha de ervilha.

Nessa receita não usei a fécula de batata, pois a batata cozida já fornece o amido que precisamos.

 Ingredientes:

  • 1 xícara de farinha de arroz;
  • 1/4 de xícara de polvilho doce;
  • 1/4 de xícara de polvilho azedo;
  • 180g de batata cozida (substitui a fécula de batata da tabela pela batata);
  • 2 ovos;
  • 8g de sal;
  • 15g de açúcar;
  • 12g de psillium;
  • 12g de farinha de ervilha;
  • 30g de óleo de girassol;
  • 5g de fermento biológico seco;
  • 250ml de água morna;

_______________________________________Quer aprender a fazer pães sem glúten diferenciados, de forma mais artesanal e utilizando os equipamentos que todos tem em casa??? Esse e-book reúne as melhores receitas que criei sem glúten e muitas sem leite usando uma balança simples, batedeira e forno. 


Modo de preparo:

  1. Misturar os ingredientes secos, exceto o sal;
  2. Bater por 1 minuto para misturar bem;
  3. Acrescentar os ovos e continuar batendo a velocidade baixa;
  4. Adicionar a batata cozida e esmagada;
  5. Adicionar metade da água morna;
  6. Adicionar o óleo e misturar bem;
  7. Adicionar o restante da água com o sal dissolvido;
  8. Bater bem por mais 1 minuto;
  9. Deixar a batedeira desligada por 2 minutos para o psillium absorver a água e começar a agir;
  10. Voltar a bater em velocidade média por 10 minutos;
  11. A massa vai ficar com a consistência de uma pomada;
  12. Em uma forma untada com óleo e farinha de arroz, despejar a massa;
  13. Acrescentar 2 colheres de sopa de água sobre a massa para manter úmida e usar uma colher para dar acabamento;
  14. Deixa no forno com temperatura de uns 40 graus para crescer por aproximadamente 40 minutos;
  15. Assar em forno pré aquecido a 170 graus por 40 minutos;

 Rendimento: Um pão de 450 gramas.

Validade de 5 dias sem refrigeração. Validade de 90 dias congelado.


Gostou da receita do pão de batata? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao


Já fez o download dos nossos e-books? São várias receitas sem glúten gratuitas para você! Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.

 

 

 

 

 

 

 


Já fez alguma das nossas receitas? Deixe aqui seu comentário, nos contando qual você prefere. Nos envie a foto da sua receita, que postaremos nas nossas redes sociais, ou deixe aqui sua pergunta ou dúvida, que responderei o mais rápido possível. 

Pão de linhaça, sem glúten e sem lactose!!!

Esse pão de linhaça tem uma receita com muitos ingredientes, mas relativamente simples para ser executado.

A linhaça, conhecida desde 5.000 a.C. é a semente do linho, processada ou não em forma de farinha.

Ela é muito consumida em diversas culturas, mas de uns tempos pra cá tem sido muito difundida em alimentações funcionais devido aos seus benefícios.

Entre os benefícios estão a saúde do coração, do intestino e prevenindo até alguns tipos de câncer.

Essa receita de pão de linhaça está presente no ebook de “Receitas de Pães e bolos sem glúten” da Lidiane Ribeiro e hoje vou compartilhar ela com vocês.


Pães e bolos - 01

Quer aprender receitas de pães sem glúten? Esse ebook tem 15 receitas de pães e 6 bolos sem glúten!!! 


Receita de pão de linhaça

 Ingredientes:

  • 1/2 xícara de água morna;
  • 2 colheres de sopa de açúcar demerara;
  • 2 colheres de chá de fermento biológico seco;
  • 2 ovos;
  • 4 colheres de sopa de óleo de girassol;
  • 1/2 colher de sopa de vinagre branco;
  • 3/4 xícara de farinha de arroz;
  • 1/4 xícara de farinha de linhaça dourada;
  • 1 xícara de polvilho doce;
  • 1 xícara de farinha de amêndoas;
  • 1 colher de chá de CMC;
  • 1 colher de chá de gelatina sem sabor em pó;
  • 1. 1/4 colher de chá de sal;

Modo de Preparo

  1. Dissolver o fermento e o açúcar na água morna;
  2. Reserve por 10 minutos até que forme uma esponja;
  3. Na batedeira, bata bem os ovos até dobrarem de tamanho e formarem espuma;
  4. Acrescentar o azeite e o vinagre;
  5. Peneirar todos os ingredientes secos restantes e adicionar a batedeira em funcionamento;
  6. Adicionar a água com fermento que ficou descansando;
  7. Bater bem para misturar todos os ingredientes (a massa vai ficar com uma textura mais dura, mas um pouco pegajosa);
  8. Untar as mãos e modelar o pão em uma forma de pão, ou em pequenas bolinhas individuais de 50 a 60g;
  9. Deixe crescer por 20 a 30 minutos;
  10. Assar em forno pré-aquecido a 180 graus até ficar dourado (aproximadamente 25 a 30 minutos)

Gostou da receita? Essa e outras 14 receitas de pães sem glúten estão disponíveis no livro digital da Lidiane Ribeiro. além de ainda levar de bônus mais 6 receitas de bolos sem glúten. Não perca tempo, acesse e conheça o ebook: 


 “Bolo Festivo – by Camila Dutra!

Tudo sobre bolos espatulados

 

Pão de batata doce sem glúten e sem lactose!

Quer adicionar a batata doce no seu consumo do dia a dia? Esse pão de batata doce é uma boa maneira.

Ingredientes:

  • 100g de farinha de arroz;
  • 25g de polvilho doce;
  • 25g de polvilho azedo;
  • 150g de batata doce cozida;
  • 2 ovos;
  • 8g de sal;
  • 15g de açúcar;
  • 10g de psillium;
  • 10g de farinha de ervilha;
  • 30g de óleo de girassol;
  • 5g de fermento biológico seco;
  • 250ml de água morna;

_______________________________________

____________________________________

Modo de preparo:

  1. Misturar os ingredientes secos, exceto o sal;
  2. Bater por 1 minuto para misturar bem;
  3. Acrescentar os ovos e continuar batendo a velocidade baixa;
  4. Adicionar a batata doce cozida e esmagada;
  5. Adicionar metade da água morna com o sal dissolvido;
  6. Adicionar o óleo e misturar bem;
  7. Adicionar o restante da água;
  8. Bater bem por mais 1 minuto;
  9. Deixar a batedeira desligada por 2 minutos para o psyllium absorver a água e começar a agir;
  10. Voltar a bater em velocidade média por 10 minutos;
  11. A massa vai ficar com a consistência de uma pomada;
  12. Em uma forma untada com óleo e farinha de arroz, despejar a massa;
  13. Acrescentar 2 colheres de sopa de água sobre a massa para manter úmida e usar uma colher para dar acabamento;
  14. Deixa no forno com temperatura de uns 40 graus para crescer;
  15. Assar em forno pré aquecido a 170 graus por 40 minutos;

 

Rendimento: Um pão de 450 gramas.

Validade de 5 dias sem refrigeração. Validade de 90 dias congelado.


Gostou da receita do pão de batata doce? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao


Já fez o download dos nossos e-books gratuitos? São várias receitas sem glúten para você! Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.

 

 

 

 

 

 

 


Já fez alguma das nossas receitas? Deixe aqui seu comentário, nos contando qual você prefere. Nos envie a foto da sua receita, que postaremos nas nossas redes sociais, ou deixe aqui sua pergunta ou dúvida, que responderei o mais rápido possível. 

Focaccia – Uma pitadinha de história e a receita sem glúten!!!

A focaccia é típica da região da Ligúria e é apresentada em duas versões: al formaggio e salata. A primeira, característica da cidade de Recco, tem massa fina e crocante, não é fermentada e é recheada de queijo cremoso chamado stracchino. A segunda é mais alta – tem cerca de dois centímetros –, crocante por fora e macia por dentro e leva apenas sal grosso e alecrim na cobertura.” A explicação está no blog de receitas do IG (receitas.ig.com.br).

Na Itália se encontram focaccias de todos os tipos, simples, recheadas, com cobertura.

Podem ser servidas como parte de um antepasto numa refeição tipicamente italiana, ou substituindo o pão num couvert ou entrada.

Ficam muito saborosas e fazem sucesso. A receita como sempre é livre de glúten.

 

Ingredientes

  • 100g de farinha de arroz;
  • 50g de fécula de batata;
  • 20g de polvilho doce;
  • 20g de polvilho azedo;
  • 20g de amido de milho;
  • 7g de psyllium;
  • 7g de farinha de ervilha;
  • 10g de azeite de oliva;
  • 200ml de água fria;
  • 1 colher de café de sal;
  • 4g de fermento biológico seco;
  •  Cobertura:
    • Alecrim fresco a gosto;
    • 40g de azeite de oliva;
    • Sal grosso triturado a gosto

_____________________________________


Modo de preparo:

  1. Misturar todos os secos, exceto o sal;
  2. Dissolver o sal na água fria;
  3. Na batedeira, velocidade baixa, adicionar metade da água;
  4. Adicionar o azeite de oliva;
  5. Adicionar o restante da água e bater bem por 1 minuto em velocidade média;
  6. Deixar a batedeira desligada por 2 minutos para o psyllium absorver a água;
  7. Voltar a bater por pelo menos 5 minutos para misturar bem;
  8. Retirar a massa da batedeira e sovar delicadamente em uma superfície enfarinhada;
  9. Quando a massa estiver bem uniforme, formar uma bolinha e deixar crescer coberta por um plástico por pelo menos 1 hora;
  10. Abrir a massa, fazer alguns furinhos com o garfo, pincelar o azeite de oliva e salpicar sal grosso triturado a gosto e assar em forno aquecido a 250 graus por aproximadamente 10 minutos;
  11. Ao retirar do forno, espalhar o alecrim fresco e servir;

Rende: 1 focaccia de 28cm.

 

Gostou da receita? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao


Gostou do post?  Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário no final do post que respondo o mais rápido possível.

Já fez o download dos nossos e-books?

São várias receitas sem glúten gratuitas para você!

Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.


Pão integral!!! Sem glúten e sem lactose!!!

Receita desse pão integral,  com farinha de arroz integral, que não ficou pesado, e ainda tem uma estrutura bem aerada.

Ingredientes:

Modo de preparo:

  1. Misturar todos os secos, exceto o sal;
  2. Dissolver o sal na água;
  3. Na batedeira, velocidade baixa, adicionar os ovos;
  4. Adicionar metade da água;
  5. Misturar bem;
  6. Adicionar o óleo de milho;
  7. Adicionar o restante da água e bater bem por 1 minuto em velocidade média;
  8. Deixar a batedeira desligada por 2 minutos para o psyllium absorver a água;
  9. Voltar a bater por pelo menos 10 minutos para misturar bem;
  10. Retirar a massa da batedeira e despejar em uma forma baby untada e enfarinhada;
  11. Acrescentar 2 colheres de sopa de água sobre a massa para manter úmida e usar uma colher para dar acabamento;
  12. Deixar crescer até dobrar de tamanho ou ficar 2 dedos abaixo do topo da forma (aproximadamente 50 minutos);
  13. Em forno pré aquecido a 160 graus, assar por 45 minutos a 1 hora;
  14. Rendimento: Um pão de 450 gramas.Validade de 5 dias sem refrigeração. Validade de 90 dias congelado.

Gostou da receita do pão integral? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao


Já fez o download dos nossos e-books? São várias receitas sem glúten gratuitas para você! Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.

 

 

 

 

 

 


Já fez alguma das nossas receitas? Deixe aqui seu comentário, nos contando qual você prefere. Nos envie a foto da sua receita, que postaremos nas nossas redes sociais, ou deixe aqui sua pergunta ou dúvida, que responderei o mais rápido possível. 

 

 

Pão de castanha do Pará!!


Receita desse pão de castanha do Pará mais leve do que se levasse farinha de arroz, mas com uma textura perfeita, como todas as receitas de pão de forma aqui do blog!!!

Ingredientes:

Modo de preparo:

  1. Misturar os ingredientes secos, exceto o sal;
  2. Bater por 1 minuto para misturar bem;
  3. Acrescentar os ovos, o óleo e o fermento natural (se usar o fermento biológico, acrescentar junto com os secos);
  4. Adicionar a água morna com o sal dissolvido;
  5. Bater bem por mais 1 minuto;
    Deixar a batedeira desligada por 2 minutos para o psyllium absorver a água e começar a agir;
  6. Voltar a bater em velocidade média por 5 minutos;
  7. A massa vai ficar com a consistência de uma pomada;
  8. Em uma forma untada com óleo e fécula ou farinha de arroz, despejar a massa;
  9. Acrescentar 2 colheres de sopa de água sobre a massa para manter úmida e usar uma colher para dar acabamento;
  10. Deixa no forno com temperatura de uns 40 graus para crescer;
  11. Se estiver usando fermento natural, deve crescer por 4 a 5 horas. Se for o fermento biológico vai crescer em 40 minutos;
  12. Polvilhar castanhas trituradas grosseiramente sobre o pão;
  13. Assar em forno pré aquecido a 170 graus por 40 minutos;

Rende 1 pão de castanha do Pará de 400 a 500g (depende do tipo de fermento utilizado)

 


Gostou da receita? Cadastre-se e receba nossas novidades: 

botao-de-inscricao


 Já baixou nosso ebook? São várias receitas sem glúten gratuitas para você!

São receitas de pães, pizza, doces e sobremesas.