Doença celíaca – números, curiosidades, dicas!!!


A doença celíaca é uma doença ainda a ser estudada, a comunidade médica ainda não é 100% preparada para diagnosticar e atender os pacientes, mas essa relação tem melhorado muito nos últimos anos.

Muitos novos casos têm sido diagnosticados todos os anos!

O avanço dos métodos de diagnóstico contribui muito com isso.

Hoje, cerca de 0,5% da população brasileira é celíaca, enquanto que no resto do mundo essa proporção chega a até 2%.

Em grande parte, as pessoas passam a vida toda convivendo com os sintomas, indo ao médico ou não, mas sem saber ou descobrir a existência da doença.

Nos Estados Unidos estima-se que apenas 17% dos celíacos descobriram a doença, sendo que 83% não descobriram e nem vão descobrir.

De acordo com a Associação Europeia das Sociedades Celíacas (Association of European Coeliac Societies) existem aproximadamente 7 milhões de pessoas na Europa que sofrem desta doença.

A doença celíaca afeta quem possui os genes HLA-DQ2 e HLA-DQ8, mas não se desenvolve em todas as pessoas que possuem o gene.

Em geral, o distúrbio se manifesta na infância, mas alguns fatores externos, aumentam a chance de aparecer na idade adulta.

Sintomas da doença celíaca

Podem variar de acordo com a idade em que a doença se manifesta.

Na infância é mais comum ter diarreia, irritabilidade, falta de apetite, inchaço abdominal, vômitos, prisão de ventre e baixa estatura.

Em adultos, crises de diarreia com dor e desconforto abdominal.

Anemia por deficiência de ferro, dermatite e osteoporose também são identificados em alguns casos.

Classificação da doença

  • Clássica – é comum entre os 6 e 24 meses de idade e se caracteriza pelo predomínio de sintomas gastrointestinais, especialmente a má absorção de nutrientes. Causa diarreia crônica, estufamento abdominal, perda de peso e atraso no crescimento.
  • Atípica – Tem presença de poucos problemas gastrointestinais. Os sintomas mais comuns são deficiência de ferro, baixa estatura, osteoporose, artrite, infertilidade, danos no sistema nervoso periférico e alterações do fígado.
  • Silenciosa – O paciente não apresenta sintomas ou só demonstra sinais muito leves, mas tem os marcadores genético e as análises de tecidos compatíveis com a doença. É bem mais difícil de ser descoberta, muitas vezes somente após muito procurar médicos e dezenas de outras possibilidades serem esgotadas.
  • Latente – Refere-se a pessoas que tem os genes HLA-DQ2 ou HLA-DQ8, que tem a doença celíaca, mas ainda não desenvolveram alterações na mucosa intestinal, apenas inflamação moderada.

     Cadastre-se e receba nossas novidades: 

    botao-de-inscricao


Curiosidades e dicas

  • Leia com atenção todos os rótulos ou embalagens de produtos industrializados e, em caso de dúvida, consulte o fabricante;
  • Não use óleos onde foram fritos produtos empanados com farinha de trigo ou farinha de rosca com glúten;
  • Não engrosse pudins, cremes ou molhos com farinha de trigo;
  • Tenha cuidado com temperos e amaciantes de carne industrializados, pois muitos deles contem glúten;
  • Tenha preferência por uma alimentação mais natural, com menos ingredientes industrializados e menos açúcares;
  • Na escola, nunca separe a criança celíaca dos demais colegas na hora das refeições;
  • O celíaco pode e deve fazer os mesmos exercícios físicos que os seus colegas;
  • O celíaco não deve ser tratado com uma pessoa diferente.
  • Apesar de necessitar de alguns cuidados na alimentação, é possível conviver em sociedade com a doença.

 

Já fez o download dos nossos e-books?

São várias receitas sem glúten gratuitas para você!

Todas foram criadas ou adaptadas de versões com glúten e testadas até chegarmos numa textura e padrão ideal para fazerem parte destes dois e-books.

 

 

 

 

 

 

 


Fontes para o artigo:

www.glutencominformação.com.br

www.sns.gov.pt

www.brasilzerogluten.com.br

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.